Fernando Anitelli Trio

Notícias

Conexões Globais 2.0 [16/01/2012]

É com muito prazer que Fernando Anitelli Trio desembarca na querida cidade de Porto Alegre - RS no dia 27/01 para participar do Conexões Globais 2.0 - Festival Internacional de Música Livre.

Acesso o site oficial do evento e fique por dentro de tudo o que vai rolar!

http://conexoesglobais.com.br/

 

Até lá!

Show em São Paulo [16/08/2011]

Claro que todo mundo percebeu que o "Fernando Anitelli Trio" deu um pequena pausa, pausa essa por que o irmão mais velho (também conhecido como O Teatro Mágico) precisa de toda a atenção do Fernando, em época de lançamento do novo CD "A Sociedade do Espetáculo".

Mas estamos por aqui, e continuamos fazendo shows... tanto que no próximo dia 02 de Setembro em São Paulo teremos show no Parque São Carlos, em São Paulo Capital. Uma ótima oportunidade para os paulistanos acompanharem esse projeto solo, que de solo não tem nada, pois conta com o apoio de cada um de vocês. 

:) 

                                                 

 

[03/06/2011]

Fernando Anitelli: As Claves da Gaveta [03/05/2011]

 

"Este álbum é um amontoado de momentos...". Assim Fernando Anitelli apresenta "As Claves da Gaveta", seu primeiro disco solo. Vocalista dO Teatro Mágico, o músico já possuía algumas canções próprias e outras feitas em parceria circulando pela internet. Essas canções foram repaginadas e outras, inéditas, adicionadas ao repertório que compõe o disco.

O álbum não segue uma temática específica, mas as 11 canções do repertório revelam um clima intimista, com letras pessoais e cheias de sensibilidade. O amor é um tema que está bastante presente nas músicas de Anitelli. Um exemplo bom disso é a balada "Saudade de Chumbo", cuja letra diz: "Bailarina, Soldado de chumbo / Nossa casinha pequena parece vazia sem o teu balé / Sem teu carinho guardado soldado de chumbo não fica de pé".

O repertório traz indefectíveis brasilidades - "Durma Medo Meu", composta em parceria com Nô Stopa e "Samba de ir Embora" - mas no geral não se fixa num único estilo. Isso porque Anitelli explora diversos elementos musicais e a ênfase recai num pop sofisticado com produção cuidadosa. "Perto de Você", por exemplo, pouco se parece com a versão voz e violão que estava disponível na web.

Quanto ao talento de Anitelli, como instrumentista e compositor, não há muito que dizer, já que o conhecemos dO Teatro Mágico. Seu álbum solo tem a mesma qualidade, o que era esperado, mas sem fantasias nem maquiagem. Despido desses adereços, o músico se abre para um novo caminho. Os fãs dO Teatro Mágico certamente vão apreciar o belo disco do músico. E como explora outras praias, Anitelli tem grandes chances de aumentar sua base de fãs.

01. Menina do Balaio
02. Cuida de Mim
03. Soprano
04. Na Varanda
05. Saudade de Chumbo
06. Dos dias depois de Amanhã
07. Durma medo meu
08. Perto de Você
09. Realejo
10. A primeira semana do Mundo
11. Samba de ir embora Só

 

 

Lizandra Pronin
Redação TDM

Resenha Fernando Anitelli - 'As Claves da Gaveta' [29/04/2011]

 

Escutei o novo trabalho de Fernando Anitelli. Não, eu sei que “O Teatro Mágico” é de muitas mãos e sons; mas esse é realmente o novo trabalho de Fernando Anitelli. Trata-se do primeiro CD solo de um cara acostumado a subir no palco com mais de 15 pessoas dividindo o mesmo. Agora todos se voltam para um homem sem pinturas, fantasias, e que agora compartilha o palco com apenas mais dois integrantes; um baixista e um baterista.

     O nome escolhido para o primeiro CD foi “As Claves da Gaveta”. Essa idéia de titulo nasceu por se tratar de músicas guardadas na gaveta há tempos e agora foram mexidas, atualizadas e ganharam um CD feito com todo o carinho musical merecido. São músicas para serem degustadas acorde por acorde, como goles de vinho.

 

   O Cd começa com “Menina do Balaio” de um arranjo com certo balanço que dá vontade chamar um par e dançar junto e agitadinho pelo salão. Ela tem uma ginga gostosa que a versão demo não tinha. A bateria é marcante e gostosa, ela que dá essa coisa dançante na música. A voz está ótima. Tudo está bem harmonioso.

   

    Em seguida vem a música “Cuida de Mim” que perdeu o tom triste que tinha na versão antiga. Ela tem um piano (?) e o ritmo é gostoso e relaxante. Dá vontade de sentar no chão da sala e ouvir quietinha batucando levemente a mão em algum apoio, no mesmo ritmo da bateria. O instrumental está gostoso e mesmo não gostando do tom agudo do Fernando, nessa música ficou bom. Liberta um pouco as agonias. É uma música de desabafo, de pedido de socorro... É uma carência que se assume.

 

Eu não gosto da música “Soprano”. Não tente me entender, é uma música qual eu não gosto do arranjo, harmonia, sei lá como se diz. Essa nova versão tem trechos muito bacanas, gostoso, com um ritmo contagiante e tudo mais. Mas tem trechos confusos, sem harmonia, que tira todo o clima. Além disso, nessa música eu já não gosto tanto do agudo dele. Exagerou e foi muito alto. Mas assim, no geral a música tá ótima e os músicos sensacionais. Mas, na minha opinião, podia ser não necessariamente melhor; mas diferente.

 

“Na Varanda” está praticamente igual. É óbvio que milhões de vezes melhor, e tocada delicadamente. As partes instrumentais são deliciosas. Mas eu tiraria a voz feminina. Eu sempre ouvi essa música com voz feminina e o Fernando quase como segunda voz. Mas nessa versão que ele canta uma estrofe sozinho, deixa nítido que ele podia ter cantado a música inteira sozinho! Ia ficar linda!! Mas eu adorei a parte da música que eles só cantam “ahh...” ficou gostoso e foi o que deu uma mudada.

 

“Saudade de Chumbo” não mudou muito, a não ser pela introdução e pelo solinho no final. Lógico que em uma versão muito melhorada, mas essa é uma música que não vai surpreender tanto. E, eu preciso falar que achei fofo a parte do “carinho guardado”... Ficou doce, delicado. 

 

A música número 6 eu não deveria falar!  Ela é muito especial pra mim. Tenho ela tatuada!! É a “Dos dias depois de amanhã”, conhecida como “Menina”. Mas vamos lá, tenho que ser fria e crítica. Ela está simples, com um outro balanço também. Não é necessariamente lenta, na verdade ela está bem jazz... E tem agudo! E quantos! rs! Mas não ficaram ruins! Juro! Ao mesmo tempo em que mudou bastante o ritmo, a música não perdeu a identidade.

 

A música “Durma medo meu”, ao contrário de “Na Varanda”, causou certa estranheza ver o Fernando cantando sozinho. Mas foi uma sensação inicial, aquela coisa do novo. Depois que ouve mais de uma vez fica até simpático isso. Essa é uma música que ficou bem diferente. Acredito que está entre uma das que mais vai surpreender. No final tem um efeitinho bacana e um som gostoso, diferente. Veio-me som havaiano na cabeça, nada ver né?

 

“Perto de você” também está no repertório e está com uma leve mudança. Não é nada muito gritante, mas são mudanças significativas. Daquelas mudanças que só aprimoram, não muda completamente o rumo das coisas. Uma delícia ouvir o trecho da música que o Fernando canta “estou tão certo de você...”.

 

A primeira que ouvi foi a “Realejo” e devo confessar, viciei total. A música ficou deliciosa, sem perder a as características que já tinha. Mas ao mesmo tempo, mudou tanto. A voz e a maneira do Fernando cantar; ficaram muito, muito, muito boa!!! Pra mim, é outra das melhores do CD. Eu faria dessa, carro chefe.

 

Sempre gostei da mensagem, mas nunca gostei muito da melodia da “Primeira Semana”.  Essa é a terceira versão que ouço e mesmo assim não ornou com meus ouvidos. Não sei muito bem explicar essas coisas, mas é uma pena quando gosto da música, letra, mas algo do conjunto não bate. No CD ela está bacana, com alguns artifícios interessantes. Mas não é nem de longe a preferida.

 

“Samba de ir embora só” é com certeza a música mais esperada do CD. E pra mim ficou ótima! Eu tenho um gosto por músicas mais pesadinha, com uma guitarrinha forte e eu achei que ela ficou perfeita. Muito diferente da versão tocada no Teatro Mágico, o que pode causar certo estranhamento e até rejeição. Pra mim, tá aprovadissima!

No geral, o CD é uma nova porta que irá se abrir na vida de Fernando Anitelli. Expectativas à parte, é um CD que eu acredito que terá muita crítica dizendo ser “mais do mesmo” e até que Fernando anda se contradizendo em relação a ser “Cover de si mesmo”. Mas críticas fazem parte e o Fernando Anitelli tem maturidade suficiente para tirar isso de letra.  

 

As Claves da Gaveta é um CD para ser apreciado com certo gosto e conhecimento musical. Não é um trabalho para tietagem, dança, pulo, bagunça, é o momento inicial para Fernando Anitelli ser visto e criticado como músico e não mais como idealizador.

 

Eu aprovei e já estou ansiosa para o próximo!

 

Texto da @izafreitas

*Jornalista e fã

<<< Noticias anteriores

Twitter

Vídeos

2010 Fernando Anitelli Trio

Esta obra é licenciada sob uma licença Creative Commons.